quarta-feira, 28 de novembro de 2007

A luta dos povos bolivianos


Por Otto Mendes

A imprensa brasileira, salvo algumas exceções,, nos mostra o quanto é mal-caráter, quando distorce e forja noticias a favor dos desejos dos EUA e dos neoliberais. Falo isso, porque a cobertura que esta imprensa está fazendo dos acontecimentos na Bolívia é uma vergonha, pois, as principais características desta cobertura é a manipulação e a mentira. O presidente Evo Morales conseguiu aprovar, de maneira democrática, reformas constitucionais modernas e revolucionárias, das quais as principais são:
1- Autonomia administrativa indígena, respeitando o protagonismo e a autonomia dos povos indígenas bolivianos, ato que deveria ser copiado pelo Brasil;
2- Reconhece que a Bolívia é um estado plurinacional, reconhecendo as 36 nações indígenas que lá vivem. Outra lei que deveria ser copiada pelo Brasil, pois, além de sermos um estado plurinacional, somos também um estado pluriétnico;
3- Reconhecimento da propriedade estatal sobre os recursos naturais, medida forte e correta.
Quem criou essa situação de caos no país são suas elites que não querem perder as regalias que sempre tiveram e que, de forma autoritária, mudaram a assembléia constituinte para Sucre, na tentativa de impedir que as mudanças fossem feitas. Essas escória é apoiada pelos EUA e pela mídia das Américas. Uma mudança aprovada foi a da reeleição indefinida para presidente. A mídia e políticos brasileiros latem dizendo que são atos autoritário do presidente boliviano, apesar de ter sido aprovada democraticamente. Agora, vejam quem são os que criticam essa decisão como “autoritária”: parlamentares (principalmente do DEM e do PSDB) e órgãos de nossa imprensa que foram aliados incondicionais da ditadura militar no Brasil. Só rindo mesmo!
Agora vejam quem são os oposicionistas bolivianos:
1- Seis governadores, todos filhos da tradicional elite local;
2- Os comitês cívicos, que reúnem as elites econômicas regionais, cujo o mais forte é o de Santa Cruz, comandado pelo banqueiro Branko Marinkovic, que usa seu dinheiro para financiar distúrbios.
3- O ex-presidente Jorge “Tuto” Quiroga, cuja presidência foi marcada pela corrupção e caos econômico e social.
Quando esses oposicionistas estavam no poder, a Bolívia era o 2º país mais corrupto da América do Sul (adivinhe quem é o primeiro), os indígenas não possuíam nenhum direito, os trabalhadores eram quase escravos e as multinacionais saqueavam o país (inclusive a Petrobrás). Depois de Evo Morales, as condições sociais e economicas da Bolívia vem melhorando a cada ano, como constatou o jornal norte-americano New York Times. A luta de Evo Morales é a luta de todos nós que lutamos por um outro mundo.
Viva Evo Morales, viva a luta do povo boliviano.

segunda-feira, 26 de novembro de 2007

FHC falando merda

Por Otto Mendes

Na sexta-feira passada, durante a convenção do psdb (em minúscula mesmo), o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso proferiu uma frase em seu discurso que deixa claro a maneira como ele pensa e quem ele é. A frase foi: “o Brasil precisa de um presidente que fale o bom português”, ou seja, o ex-presidente está dizendo que o Brasil precisa de um presidente com uma formação idêntica a sua, e só se encontra esse tipo de pessoa com essa característica nas elites, pois, como uma pessoa do povo vai ter tempo para conseguir chegar até um doutorado? Só mesmo um parasita da elite, cuja a única preocupação é saber em qual boate vai a noite, pode ter a disponibilidade de estudar sem outras preocupações. Essa é a ideologia do psdb, de que só os ricos estão preparados para governar. Tudo bem que Lula foi um fracasso, pois, copiou em tudo o governo de FHC, inclusive os escândalos. Desta frase, também podemos ver o desprezo que o ex-presidente tem pelos negros e pelos povos indígenas, pois, sua preferência é pelo “bom português”, aquele mesmo que invadiu o Brasil, matou, roubou, estuprou, que não gostava de trabalhar ( e chamava os que trabalhavam de preguiçosos), que trouxe para cá a corrupção (herança europeia) e representa tudo de ruim na nossa história. Mas, isso o ex-presidente deixou claro em 2000, nas comemorações de 500 anos de Brasil (sim, para Fernando Henrique Cardoso, nosso país foi “descoberto”, antes não tinha nada aqui), quando o governo gastou milhões de reais para homenagear os bandidos que nos saquearam durante séculos e mandou baixar o pau no povo brasileiro, que queria entrar em Porto Seguro para, democraticamente, protestar pedindo melhorias de vida e foram recebidos a bala pelo governo da Bahia e governo federal. Mas, o que dizer se nossas elites copiaram o comportamento da parte “civilizada” do povo brasileiro, o português, e por isso, é uma elite que não trabalha, não produz, é corrupta, rouba, mata, mente, tudo herança portuguesa e europeia, não é á toa que toda vez que viajava para a Europa todos sentiam FHC embasbacado com a "civilização, e por isso, nunca ia a um país pobre. Esta, por sinal, é a única critica que os integrantes do governo de FHC podem fazer a Lula, pois, este governo é igualzinho ao outro.
Fernando Henrique Cardoso só estava defendendo a sua laia

terça-feira, 20 de novembro de 2007

História do DEM - Parte 1


Orgulho Nacional



Por Otto Mendes


Não sei como o pessoal, tanto do governo como da oposição, que apóiam o crescimento a qualquer custo não está comemorando, pois, nós brasileiros, devemos ficar orgulhosos: somos o quinto país que mais polui no mundo. Nossa emissão de gás carbônico teve alta de 45%, entre 1994 e 2005, crescendo mais que o PIB. Nossa maior riqueza, produzida durante os governos de FHC e Lula, foi a poluição. Enquanto o PIB cresceu uma média de 2,6% ao ano, o crescimento da produção de gases-estufa foi de 3,4% ao ano.
Desmatamentos, veículos e termelétricas são os maiores responsáveis por esse resultado fantástico. Culpa desses cabeças ocas, presos a concepções ultrapassadas de crescimento. Pior que essa mentalidade predomina tanto entre governo e aliados e a oposição. PSDB e DEM gritam aos quatro ventos sua fúria contra o governo, mas, até a mídia aliada admite que o discurso e as atitudes dos oposicionistas dos dois partidos são sem consistência. Por que será? Ora, caros amigos, as elites tanto do governo quanto da oposição estão esbanjando riqueza! Os lucros dos bancos são um escândalo nacional! O agro negócio vai passando por cima de tudo. Como eles podem reclamar de verdade? O plano de crescimento, onde só poucos se beneficiam, a qualquer custo foi mantido pelo governo Lula. O Cansei foi só pra dizer que rico rouba melhor, quinhentos anos de prática, todos estão muito felizes. Analistas dos dois lados dizem que essa marca é NORMAL, pois, o país está crescendo, por isso, a emissão de gases-estufa irá crescer nos próximos anos. O Brasil vive o passado, não vislumbra o futuro.

segunda-feira, 19 de novembro de 2007

república das baratas 1


Até que enfim!


Por Otto Mendes
No dia da República, pouca coisa a comemorar, mas, também não vamos só falar mal. O Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, finalmente tomou uma decisão firme e acertada em relação ao assassinato no trânsito. Em 2004, também na capital federal, um rapaz de 21 anos, estudante, família rica, provável membro do “Cansei”, envolvido num pega, a mais de 160 km/h, num belo veículo importado, bateu num Santana, matando o motorista deste, outro rapaz de 29 anos. O Ministério Público argumentou que quem dirige dessa forma, num pega e a mais de 160 km/h, tem plena consciência de que pode matar, o que é a pura verdade. Felizmente, para nós brasileiros, o STJ acatou o pedido do Ministério público, por isso, o assassino irá a júri popular, e pode pegar de 12 a 30 anos de cadeia. Até que enfim!
Quantas vidas poderiam ter sido salvas, se esta decisão tivesse sido tomada antes? Agora os tribunais de instancias inferiores poderão adotar decisão semelhante. Esperamos que a partir de agora esses assassinos terão a punição que merecem!
Parabéns ao Ministério público e a STJ.

quarta-feira, 14 de novembro de 2007

Lula e seus amiguinhos


Por Otto Mendes


Desde que assumiu a presidência da república, o cientista-presidemente Lula esqueceu de seus antigos aliados e eleitores, aqueles que votaram nele desde 1999 e foram cruelmente traídos pelo candidato. Quero destacar que os aliados que falo não são os que foram beneficiados com a eleição do presidemente, e sim aqueles que realmente acreditaram no candidato do PT. Pois é, esses que sempre o apoiaram foram esquecidos, e o presidemente revelou quem são os verdadeiros amiguinhos seus e dos seu partido o PT. Gente como Sarney, ex-presidente, cuja a gestão foi recheada de denuncias de corrupção. Dizem que foi o presidente em cuja gestão mais se roubou no Brasil (FHC e Lula não chegam nem perto). Sem contar que o senador e sua quadri..,(ops) família dominam o estado do Maranhão com mão de ferro, inclusive decidindo quem vive e quem morre. Segundo os boatos, os dois estão fundando um novo estado, junto com Jader Barbalho e a Vale do Rio Doce. Como o PT pode se aliar a esse tipo de gente, que até alguns anos atrás era supostamente um adversário? Outros grandes amigos do PT e do Presidemente Lula são os plantadores de soja, os usineiros de cana (heróis para o presidente), os latifundiários em geral, sem contar Bush, banqueiros, empresários e tudo o que representa a fome e o atraso de nosso país.
Para essa corja aliada o presidemente Lula e o PT fazem qualquer negócio para agradar: vão tentar fazer a transposição das águas do rio São Francisco para agradar seus amiguinhos empreiteiros e do agro negócio, que querem plantar cana, soja e eucalipto no sertão. Tentou acabar com o grupo que combatia o trabalho escravo no Brasil, também para apoiar seus amiguinhos latifundíários que se sentiam constrangidos com as visitas do grupo em suas propriedades, infelizmente, para o presidemente Lula e seus amigos, houve muita pressão internacional e o grupo teve que ser recriado. Realmente, os amigos de Lula são uns heróis, para aguentar essa gentalha fiscalizando seus negócios. temos que lembrar que são de famílias honradas. E agora, para agradar seus aliados, Lula está apoiando a lei anti-terror, que vai prender qualquer um que falar mal do governo ou de qualquer político. Não se poderá mais denunciar a corrupção e outros crimes cometidos por políticos, pois, se você fizer isso será preso. Se os indígenas fizerem uma ação de retomada de suas terras, serão presos como terroristas, pois a quadrilha ruralista no congresso incluiu ocupação de terra como crime de terrorismo, e com o apoio incondicional do cientista-presidemente Lula e do PT, que agora são contra a reforma agrária, pois, devem favores aos seus novos amigos latifundiários.
Depois que a lei anti-terror for aprovada, corro o perigo de ser assassinado ou mesmo preso pelo governo do cientista-presidemente Lula e seus aliados (nesse caso atá a oposição apoia essa lei, que os mantêm longe das criticas e investigações), porque, de acordo com a nova lei sou um terrorista. Só aviso que usarei armas químicas para me defender: muito peido na cara desses canalhas!

Boatos?


Por Otto Mendes
está rolando por ai, que até 2010 vai ser criado o estado de Carajás, pegando todo o sul do Pará. A criação deste estado é uma grande maracutaia de autoria do senador José sarney, o idealizador, com o apoio de Lula, que seria candidato a senador pelo novo estado e de Jader Barbalho, deputado federal pelo Pará, e que anda bem quieto devido as milhares de denuncias de desvio de dinheiro público. Quem vai bancar a fundação do estado de carajás será a Vale do Rio Doce, que vai pagar R$ 3 bilhões de reais para tornar o novo estado operante. Lógico que a empresa não vai pedir nada em troca, ela é quem vai mandar no novo estado. Quero saber o que os citados nesta matéria tem a dizer, mas, onde tem fumaça tem fogo. Paraenses não deixem que roubem o nosso estado.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Comida para poucos.


Por Otto Mendes
Pois é, amigos. Estava vendo o Jornal do maio-dia, na tv, e teve uma reportagem sobre melancias. Melancias quadradas, para caber numa caixa e melancias alteradas geneticamente para ficarem pequenas, mais doces e serem consumidas individualmente. Todos os dias, nós somos bombardeados com os milagres do agro negócio: é a soja, são as frutas e o vinho do Vale do são Francisco, uvas sem caroço e mais doces. Não tem quem não ache maravilhoso tudo aquilo que nós é mostrado por anúncios e jornais. Pena que tudo isso seja para o deleite de poucos, pelo menos aqui no Brasil. Toda essa tecnologia, aprimoramentos e novidades são para o mercado exterior, não para o bico dos brasileiros. Milhares passando fome, e se produz para exportar. Quem ganha com isso? Certamente não é a grande maioria do povo brasileiro que fica a margem desse processo, longe de qualquer benefício que ele possa trazer. Mais uma vez repito: o latifúndio é uma formula esgotada, que não serve para o povo brasileiro. Apresar de que, governo e elites não planejam para o bem estar geral dos cidadãos brasileiros, pois, políticos, empresários, juízes, promotores públicos, procuradores, altos funcionários públicos e outros membros das elites não consideram que o resto da população brasileira como cidadãos. Vivemos em uma democracia grega, onde 99% do povo não é levado em conta.
Vamos voltar ao tema da matéria, senão não paro de falar da escória. O agro negócio é a nova cara do latifúndio, destroí o meio ambiente, expulsa os pequenos da terra, grila terras públicas tudo para alimentar os estrangeiros, e que a única serventia do dinheiro desse comércio é a riquezas de poucos e a o pagamento da divida externa. O cientista-presidemente Lula, antes inimigo do agro negócio, agora é amigo intimo e entusiasta desse ramo predador de nossa economia. A falta de terras para produzir alimentos para o mercado interno faz com que aconteça a escassez e encarecendo os alimentos, excluindo uma parcela maior de nossa população.
Vejamos o exemplo do Vale do São Francisco, com sua agricultura irrigada: uvas, vinho, maçãs, mangas, tudo produzido com excesso de agrotóxicos, deteriorando a terra e e prejudicando o meio ambiente, além do que, essas frutas são transportadas de avião, ajudando na destruição da camada de ozónio, favorecendo a aquecimento global. Mais: a agricultura irrigada do vale do São Francisco como também a transposição, favorecem a produção de maconha na região. è a produção da narcofruta para o mundo.
Logo teremos que importar feijão e farinha, para que Lula e seus amiguinhos do agro negócio possam produzir etanol e biodiesel para o Japão ou melancia quadrada para a Inglaterra.

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

CPI da ONGs


Mal começou a CPI das Ongs e já começaram as denuncias de acordos escusos: governo e oposição são acusados de tentar blindar seus aliados políticos. Segundo fontes do Congresso, um senador da oposição pediu para que não se investigue a ONG Alfabetização Solidária (AlfaSol), fundada pela esposa do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, Ruth Cardoso. Já o governo, através do ministro da Controladoria Geral da República, lançou uma nota para minimizar a participação do governo Lula em eventuais ilegalidades a serem investigadas pela CPI. Além do que, em troca de não investigar a AlfaSol, a CPI também não investigaria a Rede 13, que foi dirigida por Lurian Cordeiro da Silva, filha do presidente Lula. A Rede 13 fechou as portas em 2003. Tanto governo como a oposição negam o acordo de blindagem de aliados políticos.
Os problemas da AlfaSol são muitos: a instituição integra a lista das 20 ONGs que, entre 1999 e 2006, ficaram com 30% dos recursos públicos destinados ao terceiro setor, num total de R$ 3,97 bilhões de reais, enquanto mais de 9.200 ONGs receberam, no mesmo período, R$ 9,15 bilhões de reais. Por que essas 20 entidades receberam tanto dinheiro, mesmo se não houver ocorrido qualquer irregularidade? É uma aberração. A AlfaSol recebeu, no períodpo acima citado, R$ 336 milhões de reais ( R$ 282,5 milhões durante o governo FHC e R$53 milhões durante o governo Lula), foi a terceira entidade do terceiro setor que mais recebeu recusros públicos, atrás apenas da Fundação Butantã (R$ 561 milhões) e do centro de Pesquisa e Desenvolvimento em Telecomunicações (R$502 milhões). Outras acusações pesam sobre a AlfaSol como, por exemplo, dos onze endereços usados pela entidade, nove são falsos e o número de alunos era menor do que o informado, além do que, em Belo Horizonte, existe a acusação de que a instituição incluia nas suas prestações de contas turmas fantasmas. També acusam a instituição de não pagar aos professores o estipulado pela união e sim um valor menor.
É preciso que se reveja essa política de repassar recursos públicos a entidades do terceiro setor, idéia que se fortificou no governo FHC, que queria terceirizar serviços essenciais, como atendimento na área da saúde, e os resultados tem sido desastrosos. Quem deve financiar o terceiro setor é o segundo setor, ou seja, o setor privado, pois o papel das ONGs deve ser o preencher lugares onde o governo não chega e não tomar o lugar do governo, que tem como obrigação zelar por seus cidadãos. Além do mais, o dinheiro público inibe a independência da instituição, que fica refém do dinheiro público.
O deputado estadual, Paulo Cprrêa, do Paraná, quer que o governo investigue o repasse de recursos que a Igreja Católica destina ao Conselho Indigenista Missionário (CIMI), ao qual o deputado acusa de incitar a invasão de terras pelos povos indígenas. O deputado faz parte da bancada ruralista.
1° O CIMI não trabalha com recursos públicos;
2° O CIMI não incita a RETOMADA de terras pelos indígenas, ele apoia essas retomadas, que são iniciativas dos indígenas;
3° Os indígenas não invadem terras; eles a retomam, pois, elas sempre lhes pertenceram. É como o nobre deputado acusar alguém de invado]ir sua própria casa;
4° Por último: A bancada ruralista, de qualquer estado, é que grila, rouba, e invade terras públicas, de pequenos agricultores e de povos indígenas. São eles que financiam grande parte do tráfico de armas e a violência no campo. Verdadeiras quadrilhas.
Quem deveria ser investigada pela CPI era a BANCADA RURALISTA.

quinta-feira, 8 de novembro de 2007

O sujissímo falando do mal lavado



Por Otto Mendes

O ex-senador (graças) Jorge Bornhausen, que sempre representou a escória brasileira e o que de pior o nosso país tem, escreveu um artigo na Folha de São Paulo, onde prevê que depois da aprovação da CPMF, o cientista-presidemente Lula financiará centenas de ONGs que defenderão um terceiro mandato para Lula. Se isso acontecer, será um golpe de estado dado pelo cientista-presedemente Lula e sua corja. Mas, o que o ex-senador canalha não lembra é que ELE e seus aliados passaram quatro anos para mudar a constituição (inclusive pagando mensalão aos parlamentares) e conseguir reeleger o ex-intelectual-elitista-fútil Fernando Henrique Cardoso, que por sinal foi o PIOR presidente que o Brasil já teve, pois, o que dizer de um governante que passou os quatro primeiros anos de seu reinado fazendo o possível e o impossível para conseguir se reeleger. Foi a grande obra de seus oito anos de governo.

Pessoas como o ex-senador Jorge Bornhausen não devem ser levadas a sério.

Tá tudo errado!

Por Otto Mendes

Para começar tem o Parque Dona Lindu (nome da mãe do Lula, mas, imploro, ela não tem culpa!), que o prefeito João Paulo, para babar o ovo do cientista-presidemente Lula, quer fazer o povo de Recife engolir goela abaixo. Pensem numa obra inútil, pronto é essa! Deixa eu contar esta história para os que não sabem dela: o prefeito de Recife, João Paulo, quer porque quer construir em Boa Viagem, essa aberração chamada Parque Dona Lindu, cujo objetivo maior deve ser beneficiar alguma empreitera e alguns políticos, além da puxação de saco deslavada, pois, tenho certeza que o pertubado-zen-prefeito (é louco não come carne, parece que só se alimenta da luz do sol), nunca nem viu a pobre que teve o grande azar de botar uma coisinha como o cientista-presidemente Lula no mundo. Bem, no inicio, o pertubado-zen-prefeito orçou a obra em R$18 milhões, mas, agora esta mesma obra deverá chegar a R$29 milhões de reais, por que será, hein? O tal parque-aberração vai ser projetado pelo matusalem Oscar Niemeyer, o mesmo que projetou aquela outra aberração: Brasília. Tudo isso, faz parte daquela megalomania que os políticos brasileiros tem de aparecer, de dizer "fui eu que construi" e, com isso, gastar dinheiro á toa em obras inuteis. O Ministério Público de Pernambuco paralisou as obras do parque-aberração, porque a prefeitura não entregou os estudos de impacto ambiental e impacto no trânsito, mas, isso não deverá ser problema para a prefeitura do Recife que pode forjar os dois estudos em questão de minutos. O problema é que no tal parque-aberração menos de 32% da área de 30 mil metros quadrados será de verde, o resto é um teatro que vai dar fim a R$8 milhões de reais, e uma outra área onde serão realizados shows ao ar livre,um verdadeiro absurdo! O que aquela área de Recife precisava era de uma praça de verdade, pois são pouquissímas as praças na zona sul da capital. Imaginem se o pertubado-zen-prefeito João Paulo fosse uma pessoa séria e responsável e, pelo bem do povo do Recife, construisse ali, naquela área de 30 mil metros quadrados UMA PRAÇA DE VERDADE, cheia de árvores, bencos, brinquedos, pistas pra caminhar e tudo mais, tudo isso não custaria 10 % dos R$29 milhões que o pertubado-zen-prefeito João Paulo que desperdiçar nesse seu parque-aberração, e seria uma obra útil. O problema é que uma praça não deve render muita grana. É uma loucura ver o que esse irresponsável está fazendo, só para beneficiar poucos e babar o ovo do outro irresponsável. Quanta coisa util poderiamos fazer com essa grana jogada fora, inclusive a praça. Até deixaria o pertubado-zen-prefeito João Paulo botar o nome da mão do cientista-presidemente Lula. A obra, pela sua inutilidade, é a cara das realizações do PT. Ô partidinho de merda, sô!

Só para comprovar que o pertubado-zen-prefeito João Paulo adora queimar dinheiro público: ele mais uma comitiva, passaram 18 dias na Asia e a viagem foi paga por nós, custou R$ 247 mil reais!



Já tenho até alguns slogans melhores, para a gestão do pertubado-zen-prefeito:

PREFEITURA DO RECIFE
A GRANDE OBRA É AJUDAR AS PESSOAS PRÓXIMAS DO PREFEITO



PREFEITURA DO RECIFE
A GRANDE OBRA É OBRAR NA CABEÇA DA POPULAÇÃO



PREFEITURA DO RECIFE
A GRANDE OBRA É QUEIMAR O DINHEIRO DE VOCÊS

quarta-feira, 7 de novembro de 2007

Casa da Mãe Joana




Por Otto Mendes
Para vocês, uma foto da casa da Mãe Joana, o reino da putaria e do crime. Todo ladrão, traficante, ladrão de terra, desonesto e corrupto tem lugar aqui!

terça-feira, 6 de novembro de 2007

Acidentes aéreos

Por Otto Mendes

Eu sei que o atual governo prima pela incompetência, mas, mídia e oposição estão exagerando ao querer responsabilizar o governo do cientista-presidemente Lula por TODOS os acidentes aéreos que ocorreram, nos últimos tempos. Iniciativa que também quer tirar a responsabilidade do mau atendimento e dos acidentes das companhias aéreas brasileiras, as piores do mundo, com certeza. Me lembro quando um avião da TAM caiu numa favela, em São Paulo, e ninguém pensou em culpar o então presidemente intelectual-elitista-fútil FCH.

Viva os roteiristas norte-americanos!

Por Otto Mendes

EUA urgente!
Os roteiristas de cinema e televisão, dos EUA, entraram de greve! Com isso, filmes, talk shows e seriados poderão ser prejudicados, principalmente a partir de 2008. Quem ganha com isso? Todo o resto do mundo, que ficará livre, por algum tempo, do lixo que os EUA exportam para todo o mundo. Por isso, quero expressar meu apoio ao movimento dos roteiristas. Que dure muiiiiiiiiiito tempo. O mundo agradece!
p.s: preparem-se para as reprises.

Saúde e educação que se danem!


Por Otto Mendes
Todos os dias, jornais e telejornais noticiam o caos em que se encontram a saúde e o ensino públicos no Brasil. Cidadãos morrem diariamente nos corredores dos hospitais e escolas brasileiras. Os governos fingem não ver o problema e só reagem quando estão na oposição. Desde o golpe de 1º de abril de 1964, que as elites brasileiras (essas mesmas que formaram o “cansei”), apoiada pelos militares e a “classe merdia”, vêm sucateando tanto a educação quanto a saúde pública, para beneficiar os saqueadores do setor privado, nos tornando reféns dos hospitais particulares, dos planos de saúde e das escolas privadas, que nos roubam diariamente.
Na constituição de 1988, está assegurado a todos os cidadãos brasileiros o direito a escola e saúde pública de qualidade, mas, são leis nunca respeitadas de 1988 para cá. Ao contrário, Sarney, Collor, Itamar, FHC e Lula só pioraram a situação da saúde e da educação pública para beneficiar os abutres da iniciativa privada. Por tudo isso, fiquei chocado ao ver, na tv, a noticia de que a oposição, no Congresso Nacional (ou casa da mãe Joana), só votaria a favor da CPMF caso o governo federal aumentasse o orçamento da saúde. Os parlamentares do DEM e do PSDB, querem nos fazer acreditar que estão fazendo um favor aos que não podem pagar para ter saúde, como se o ato deles não passasse de obrigação dos políticos para com quem paga os altíssimos salários e todas as mordomias que eles recebem.
Em primeiro lugar, pode ser que o problema não seja o tamanho da verba destinada para a saúde, e sim, de como esse orçamento é utilizado, pois, a corrupção abocanha grande parte deste dinheiro. Então, para mim, o problema não está em aumentar o orçamento destinado a saúde, e sim utilizar o que já tem NA SAÚDE. Em segundo lugar, como já afirmei acima, investir em saúde e educação é obrigação e não favor. Por fim, saúde e educação não podem ser usados como moeda de troca em votações na casa da mãe Joana, o que demonstra a total falta de responsabilidade, preocupação e sensibilidade com os problemas do povo brasileiro.
Também precisamos nos lembrar que esses que agora latem contra a CPMF, foram os que apoiaram a sua criação, no governo do, na época, presidemente intelectual-elitista-fútil Fernando Henrique Cardoso, e que, como estão na oposição, mentem descaradamente se dizendo contra o imposto. Também é bom lembrar que os que agora estão a favor da CPMF, quando eram oposição latiam contra este imposto. Outra grande mentira.
A Casa da Mãe Joana é uma latrina mesmo.

segunda-feira, 5 de novembro de 2007

E TOME CRIATIVIDADE!

Na foto acima dois gênios




Por Otto Mendes


A Presidência da Republica abriu licitação para publicidade, onde as agências de publicidade vão disputar uma verba de R$ 150 milhões de reais em propaganda. O cientista-presidemente Lula propôs um tema para escolher o vencedor: a transposição do Rio São Francisco. O nosso querido cientista-presidemente Lula acertou no tema: Quem conseguir transformar o inútil em útil merecerá vencer a disputa. É o mesmo que vender ar-condicionado na Antartida, tem que rebolar para engabelar o público. Será que as renomadas agências de publicidade irão incluir em seus anuncios a fantástica descoberta de nosso renomado cientista-presidemente de que a transposição vai combater o aquecimento da terra? Esperar para ver.

Para as agências concorrentes fica a lição: publicitário tem que saber vender qualquer merda!!!

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

Últimas


Por Otto Mendes

Primeiro: que ridiculo ver um presidente da república, ministros de estado e toda uma caravana da alegria, paga com o nosso dinheiro, ir fazer lobby para uma copa do mundo! A FIFA deve ter se sentido muito importante. Pois bem, os sanguessugas estavam todos lá babando sobre o saque. Acho que o presidente e seus convidados tinham mais o que fazer, inclusive com o nosso dinheiro!
O ministro do STF declarou que a atitude do Cunha Lima Pai foi de desrespeito com a justiça brasileira! HÁ! HÁ!HÁ! HÁ!HÁ! HÁ!HÁ! HÁ!HÁ! HÁ!HÁ! HÁ! O ministro é um brincalhão, pois, não me lembro, nem uma vezinha, quando foi que o povo brasileiro respeitou o judiciário. O sr. juiz deveria lembrar que, se o criminoso escapou da justiça, foi devido a toda uma legislação criada para beneficiar o ministro, o Pai criminoso, empresários, políticos e outros membros das elites de seram punidos. Temos ai promotores de justiça assassinos a solta e recebendo salário! Temos centenas de deputados, senadores, governadores ricos, impunes e felizes. Por isso, sr ministro, o senhor e todos os acima citados respeitam tanto a lei: ela foi feita para servir somente aos senhores. O ex-governador agiu dentro da lei que vocês todos criaram e perpetuam, não reclame, vá para Paris beber champanhe.
Ontem, 31 de outubro de 2007, a Rede Globo apresentou no Jornal Nacional uma matéria sobre a falta de gás no sudeste. Uma longa matéria, muito raro no telejornalismo brasileiro, sobre o aumento do consumo de gás pela indústria e pelos motoristas do sudeste. Senti que por trás daquilo tudo, estava a velha propaganda de que o Brasil está crescendo, consumindo mais, portanto será preciso investir mais em energia. Nisso, mídia, governo e oposição concordam plenamente: investir na geração de energia. Mesmo porque, a Globo, o PSDB, o DEM e outros sabem que um dia voltarão ao poder e, no fundo, aqui no Brasil essa coisa de governo e oposição geralmente é uma farsa, "arreparem" no Congresso Nacional. Inimigo hoje, aliado amanhã, e não tem nada a ver com ideologia, e por safadeza mesmo! Mas, voltando ao assunto anterior, mídia e políticos, principalmente nosso presidemente da república, não param de mostrar que o Brasil para crescer precisa de mais oferta de energia, até eu concordo com isso, mas, para eles será preciso fazer isso agredindo mais uma vez o meio ambiente. Crescimento com destruição ambiental, um discurso medieval, mas, que tem um propósito: dinheiro. Sim, meus leitores, dinheiro, se não me expliquem o motivo de tamanha burrice, pois, realmente não consigo perceber. Acompanhem todos os projetos do governo: transposição das águas do rio São Francisco ; etanol e biodiesel; construção de hidro elétricas e barragens, investimentos no agronegócio e no latifundio, plantações de eucalipto no sul e nordeste. Agora responda: qual desses projetos respeitará o meio ambiente? Nenhum! A transposição é uma obra inutil, feita para beneficiar o agronegócio e empreiteras, pois, o sertão nordestina tem água para todo mundo, o problema é que essa água não é distribuida; Etanol e biodiesel encarecem os preços dos alimentos, destroem o meio ambiente devido ao uso de agrotóxico e queimadas, empobrecendo o solo e limitando a produção de alimentos; o Brasil não precisa de mais barragens e hidro elétricas, precisa é modernizar o que já existe, ação mais barata e que não vai prejudicar ainda mais o meio ambiente, na CHESF tem um grupo de pessoas que defendem a muito tempo essa alternativa; quanto ao agronegócio, bem, são quinhentos anos repetindo a mesma formula: latifundio expulsando indígenas e camponeses de suas terras, depois transformados em mão-de-obra barata e escrava ou então inchando as favelas das cidades, tudo isso para produzir matéria-prima para exportação, beneficiando um punhado de pessoas em prejuízo aos demais cidadãos brasileiros e ao meio ambiente, acho que cinco séculos de experiêcia já deveriam ter mudado a visão das pessoas, mas, imaginem que os dois últimos presidentes foram FHC e Lula, ou seja, não possuem inteligencia suficiente para entender isso, e não é só eles; plantações de eucalipto, ainda tem uma empresa multinacional, que mostra, na tv, um anuncio onde esta empresa afirma que planta mais eucalipto em áreas degradadas, como se isso fosse uma grande bem ao meio ambiente, e não a criação de um deserto verde, onde a pluralidade é destruída em prol da monocultura, mais um teste de quinhentos anos.....
Pois bem, tudo isso é resultado de ideologias pobres e interesseiras, pois, temos partidos e políticos antagonicos, mas, que defendem o crescimento a todo custo, para o beneficio de alguns, claro, fruto de um capitalismo selavagem, de um lado; e de um socialismo de modelo soviético ou chines, sem nenhum respeito ao meio ambiente. Um quer escravos e consumidores, quer um sociedade homogenea; o outro quer escravos e robôs, uma sociedade homogenea. Todos os dois lados são inimigos da diversidade, um monstro para eles. Ora, o que eles deveriam pensar, era em novas formas alternativas de captação de energia, como a energia solar e a eólica, fontes abundantes no Brasil e não venham me dizer que essas duas fontes de energia ainda não estão maduras o suficiente para suprir a demanda de energia. Residências, pequenas empresas e cooperativas poderiam, tranquikamente serem abastecidas por estas duas fontes de energia, o que baratearia o custo da energia e diminuiria, e muito, a ocupação das outras fontes de energia, como hidro elétricas e o consuno de gás.
E tenho dito!